terça-feira, 2 de abril de 2013

Moonbow


Com as recentes chuvadas que têm caído, é impressionante ver como alguns locais ficam quando o caudal dos rios aumenta. Longe vão os tempos em que o rio Guadiana pouca água levava, não chegando sequer para as regas dos campos agrícolas. No Pulo do Lobo, em pleno Parque Natural do Vale do Guadiana, a velocidade das águas possui características de águas bravas deixando adivinhar o que seria se alguém tivesse a infelicidade de cair nas suas águas. Num recente trabalho nessa zona, fiz uma visita nocturna ao local. Um céu limpo e de fazer inveja, um local lindíssimo e um arco lunar, criado pelas partículas de águas em suspensão e pela luz da Lua. Estar num local destes à noite é um enorme prazer e ao mesmo tempo assustador.
Pulo do Lobo, Parque Natural do Vale do Guadiana

1 comentário:

Diana Tavares disse...

Simplesmente fantástica :)