segunda-feira, 12 de março de 2012

Alinhamento planetário

Os mais atentos já notaram por certo, uns pontos brilhantes no céu a oeste, logo a seguir ao pôr-do-sol. O mais brilhante é o planeta Vénus e logo por cima, Júpiter, numa pouco usual proximidade, aliás a maior dos últimos sete anos. O mais difícil de ver é Mercúrio, que não sobe tanto no horizonte. Este ultimo estará visível, se as condições atmosféricas o permitirem, até ao próximo dia 16, reaparecendo novamente em Junho. Amanhã será o dia em que Vénus e Júpiter se encontram separados apenas por 3º.


(passe com o rato por cima da imagem)
Exactamente no lado oposto, é possível encontrar Marte na constelação de Leão. É facilmente identificável pelo seu brilho de tom laranja. A Lua irá deslocar-se cada vez mais para NE e nascerá cada vez mais tarde.

(passe com o rato por cima da imagem)
Aproveitando o facto das condições atmosféricas estarem ideais para a observação planetária, os próximos dias serão ideais para observar corpos celestes, apenas condicionados por eventuais nevoeiros na costa ou uma humidade relativa acima dos 70%.
Ponto de vigia do Facho, Mata Nacional de Leiria, Marinha Grande

2 comentários: